Vacinação contra a Covid-19 tem início no MA e esperança se acende para superação da pandemia

Vacinação contra a Covid-19 tem início no MA e esperança se acende para superação da pandemia

Médica em SP, Dra. Filomena Galas, uma das idealizadoras da Florence, foi vacinada nesta terça
Notícias Gerais | 19/01/2021
Compartilhe :

Começou no início desta semana a vacinação contra a Covid-19 no estado do Maranhão. Ao todo, segundo o Ministério da Saúde, serão destinadas 123.040 doses da vacina CoronaVac ao Maranhão, além de 41.200 já separadas para os indígenas do estado, totalizando 164.240 doses. Este primeiro lote é destinado ao grupo prioritário. Em todo o Brasil, serão distribuídas, inicialmente, 6 milhões de doses. A Florence tem orgulho de estar vivenciando esse momento histórico de perto, tendo, inclusive, uma das suas idealizadoras já sido vacinada na cidade de São Paulo, a Profa. Dra. Filomena Barbosa Gomes Galas. Com a vacina, a esperança se acende para a contenção da pandemia, que já vitimou mais de 210 mil brasileiros.

A Profa. Dra. Filomena Barbosa Gomes Galas é médica intensivista e anestesiologista com atuação no estado de São Paulo. Profissional da saúde da linha de frente do combate à Covid-19, a professora faz parte do público-alvo dessa primeira etapa de vacinação. Nesta terça-feira, ela esteve entre as primeiras pessoas vacinadas no país, orgulho e alívio para nós, que somos diretamente representados por ela.

Além de médica de destaque em nível nacional, a profa. Dra. Filomena foi uma das idealizadoras da Faculdade Florence e atualmente atua como consultora especial da Instituição. Em seu trabalho ao lado da Faculdade, a professora nos enriquece trazendo sempre inovação na formação em saúde, uma das áreas nas quais a Faculdade Florence tem notável desempenho em formação profissional.

“Dra. Filomena exerce com brilhantismo funções estratégicas como médica das Unidades de Terapia Intensiva do Incor, Sírio Libanês e tem trabalho notável na recuperação de pacientes graves acometidos pela Covid-19. A Faculdade Florence celebra este momento importantíssimo para o País e ratifica a contribuição da produção de conhecimento pelas instituições de Ensino Superior para enfrentar os desafios mundiais para que todos vivam em ambientes de paz, em harmonia com o meio ambiente e preservação das vidas”, pontuou a Profa. Dra. Rita Ivana Barbosa Gomes, diretora-geral da Instituição.

Além de todo o seu legado na área da saúde, a importância da professora Filomena para a Florence se dá no fato de ela ter sido uma das consultoras fundamentais para a abertura da Florence à humanização. Por meio da professora Filomena, foi implementada uma pós-graduação em cardiologia na Instituição, elevando o nível da área no estado do Maranhão. A Florence se orgulha de ter uma representante tão importante entre os primeiros imunizados do país.

Total de vacinas e imunizados

Nesta primeira etapa, em que as vacinas são aplicadas em duas doses, a perspectiva é de que 80 mil maranhenses sejam imunizados em todas as regiões do estado. A primeira etapa é destinada a trabalhadores da saúde; pessoas de 75 anos ou mais; pessoas se 60 anos ou mais que residam em asilos; população em situação de rua; indígenas; povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas.

Após essa primeira etapa, a vacinação irá se direcionar a idosos de modo geral, entre 60 e 74 anos. A terceira fase da vacinação, por sua vez, será dirigida aos seguintes públicos: pessoas com diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; e obesidade grave, com Índice de Massa Corporal igual ou maior que 40 (IMC≥40).

A estimativa é de que 1,75 milhão de pessoas sejam vacinadas no Maranhão nas três fases de vacinação.

A Instituição aproveita para relembrar da importância dos cuidados para proteção contra a Covid-19. A vacinação, por ora, não virá para todos, em razão disso é importante que sigamos com as medidas de proteção: uso de máscaras, higienização das mãos e não promover aglomerações. Esses cuidados associados à vacina nos possibilitarão mudar a história que vem sendo contada há cerca de um ano ao redor do mundo. Juntos, superaremos esta pandemia.

Notícias Relacionadas

SIGA A FLORENCE NO INSTAGRAM