Conheça a importância do planejamento financeiro para micro e pequenas empresas

Conheça a importância do planejamento financeiro para micro e pequenas empresas

Professora de Contábeis da Florence esclarece a questão e dá dicas
Ciências Contábeis | 22/01/2021
Compartilhe :

Atualmente, o Brasil possui um total de 6,5 milhões de microempresas e 9,7 milhões de microempreendedores individuais, conforme dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Com a pandemia do novo coronavírus e as mudanças do mercado, esse número tende a crescer, motivo pelo qual o planejamento financeiro passa a ser uma importante preocupação. Para debater o assunto, dar dicas e conselhos aos microempreendedores, a Florence conversou com Patrícia Sales, que é gestora de negócios e professora do curso de Ciências Contábeis da Instituição.

O planejamento financeiro estabelece diretrizes que evidenciam o rumo a seguir. Ele deve ser utilizado por todo e qualquer empreendimento, de qualquer ramo de atividade ou porte, tendo em vista que, com ele, o gestor tem uma visão global, com projeções futuras e estimativas que visam criar cenários econômicos – financeiros capazes de nortear as tomadas de decisões”, explicou a docente.

Conforme Patrícia, apesar da importância do planejamento, é comum empresas caírem no equívoco de não se organizarem quando possuem pequeno porte. “Normalmente, o pequeno empresário centraliza em si toda a gestão do empreendimento, desde as questões operacionais às administrativas, que vai do planejar, organizar, dirigir até o controlar. No entanto, o que comumente vemos são empreendedores sem práticas administrativas, o que, muitas vezes, fragiliza todo o processo da gestão empresarial, por não perceberem a importância do planejamento financeiro”, alertou.

Desequilíbrio financeiro, perda de controle, gastos desnecessários, aumento de despesas e encargos financeiros são apenas alguns dos problemas acarretados pela falta de planejamento, conforme Patrícia. “Sem falar, em alguns casos, da perda da lucratividade, tendo reflexo direto no fluxo de caixa e até mesmo podendo levar à falência”, comentou.

Principais erros financeiros e dicas

Diversos erros são cometidos quando falamos das finanças de micro e pequenas empresas. “Muitos desses empreendimentos não conseguem manter as obrigações em dia e um dos principais erros cometidos, e o mais comum, é misturar suas finanças pessoais com as da empresa. Além disso, ainda pontuamos ausência de pró-labore que venha assegurar um salário para esse empresário, não possuir conta pessoa jurídica, utilizar-se de financiamentos bancários sem ter um plano de recuperação, ausência de um sistema de controle financeiro, não estabelecer metas, adiar negociações ou decisões importantes e fazer contratações sem fins específicos”, destacou Patrícia.

Todos esses problemas, contudo, podem ser evitados. Por isso, pedimos à gestora de negócios Patrícia Sales para elencar alguns pontos que auxiliarão os pequenos empresários a não caírem nesse erro.

Confira as dicas:

– Primeiro passo: faça um diagnóstico na empresa identificando quais são os gargalos e definindo um plano de ação para um saneamento, caso necessário;

– Separe as finanças pessoais e as da empresa;

– Crie um fluxo de caixa que permita perceber suas entradas e saídas e, assim, conseguir ter controle efetivo desse fluxo;

– Negocie dividas;

– Altere prazos de pagamento das despesas fixas, permitindo assim que a empresa não tenha gastos com encargos financeiros, o que interfere nos resultados financeiros de quaisquer empreendimentos. 

Clique aqui para saber como e por que você deve se tornar um MEI

Estude Ciências Contábeis na Florence

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2021.1 da Faculdade Florence! Os interessados em estudar na Instituição, além de um ensino de excelência, que é destaque em toda a região, contarão com o benefício da 1ª mensalidade a R$ 49 e ainda terão acesso a uma bolsa de mérito acadêmico de até 70%*.

O curso de Ciências Contábeis da Faculdade Florence possui excelente corpo docente, formado por mestres e doutores, para formar profissionais competentes para atuar em empresas privadas e públicas, contribuindo para o processo de tomada de decisões, e preparados para definir os rumos e direcionamentos das empresas.

O mercado de trabalho para os formados em Ciências Contábeis é amplo e oferece vagas em escritórios de contabilidade, de auditoria e consultoria contábil, empresas comerciais e indústrias em geral, além de oportunidades de trabalhar especificamente com a parte de tributação, controle orçamentário e outros.

Ficou interessado? Ainda dá tempo de participar do vestibular 2021.1. Inscreva-se agora.

*Consulte condições aqui.

Notícias Relacionadas

SIGA A FLORENCE NO INSTAGRAM